Jamelle Aires '

-

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

;

Arma de Airsoft !
Jaaamelle Aires 

SER POLICIAL MILITAR !

Bope encontra 100kg de maconha em bueiro da Rocinha



Cem quilos de maconha foram encontradas hoje por policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) escondidas em um bueiro na Rocinha, comunidade ocupada por forças de segurança na zona sul do Rio. Além da droga havia cinco pistolas e duas granadas.





O local foi identificado a partir de uma ligação feita ao Disque-Denúncia. O Bope também localizou uma central de rede usada para a emissão de sinal clandestino de TV a cabo, na região chamada Cidade Nova. A polícia ocupa a Rocinha, o Vidigal e a Chácara do Céu desde o último dia 13, com o objetivo de instalar Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Bope prende suspeito de assaltar lojas na Rocinha





Agentes do Batalhão de Operações Policiais (Bope) prenderam na noite de ontem William Mendes de Mesquita, de 22 anos, suspeito de ter assaltado pelo menos duas lojas na Rocinha em São Conrado, zona sul do Rio. Entre elas, a Ricardo Eletro, primeira grande rede varejista a se instalar na comunidade, ocupada por forças de segurança desde 13 de novembro.





O homem foi reconhecido por três vítimas após ser detido por policiais na Estrada da Gávea, também na zona sul. No momento da prisão, William estava sendo agredido por populares, por supostamente ter maltratado um menor. Antes da detenção, o suspeito já tinha cometido dois assaltos, na mesma noite. Mas depois de alerta de comerciantes da região, policiais do Bope efetuaram cerco e o detiveram.



O suspeito foi encaminhado para a 14ª DP (Leblon), onde já tinha passagens por lesão corporal e ameaças, e foi autuado por roubo. Antes de ir para delegacia, o homem foi atendido no Hospital Miguel Couto, na Gávea, zona sul do Rio, para levar pontos na cabeça, devido às agressões dos populares.



Com 680 metros quadrados, três pavimentos, e investimento de R$ 1 milhão, a loja da Ricardo Eletro havia sido inaugurada apenas dois meses antes do assalto. Um grupo de pelo menos quatro criminosos invadiram a loja na noite da última segunda-feira (dia 12). Armado com revólveres e pistolas, o grupo rendeu os funcionários, recolheu sacolas de dinheiro e, em seguida, foi até o estoque para roubar objetos eletrônicos, fugindo em seguida. Menos de 24 horas depois, um mini-mercado foi assaltado na estrada da Gávea.



Os roubos mudaram a rotina da comunidade, que recebeu reforço de policiamento. Na quarta-feira, o Bope apreendeu três pistolas, munições e cocaína em uma casa na localidade conhecida como Roupa Suja, mas não efetuou prisões.

Bope prende suspeito de assaltos a comércio na Rocinha

Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) prenderam, na noite de sexta-feira (16), um homem suspeito de assaltar estabelecimentos comerciais na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar. Segundo a PM, ele foi reconhecido por três vítimas.
De acordo com a PM, o homem foi preso após praticar dois assaltos na região, também nesta sexta-feira. Comerciantes alertaram os policiais do Bope, que ocupam a comunidade desde o dia 13 de novembro. Os PMs montaram um cerco e conseguiram prender o suspeito.

O homem foi encaminhado para a 15ª DP (Gávea).

Modelo de repressão ao tráfico no Rio é mais eficaz que colombiano ou mexicano, diz analista




Doutorando da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, Lessing está desenvolvendo um estudo comparativo sobre as dinâmicas de violência no Rio, no México e na Colômbia.

Tanto Rio quanto México têm políticas contra o narcotráfico em andamento, mas enquanto a cidade brasileira vê avanços, no México a escalada de violência é contínua desde o início da campanha do governo de Felipe Calderón contra os cartéis locais.

Em entrevista à BBC Brasil, Lessing considera que a repressão incondicional adotada no México incentiva os criminosos a agirem com maior violência.

Enquanto isso, a política das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no Rio, que busca eliminar o domínio do tráfico armado sobre favelas, estimula traficantes a não optarem pelo confronto ao direcionar a repressão aos traficantes que usam violência.

Lessing apresentou alguns resultados de sua pesquisa em um seminário no Instituto de Estudos da Religião (Iser), no Rio, na quarta-feira.

Leia abaixo os principais trechos da entrevista.

BBC Brasil: O que os dados do Obivan indicam de diferença nas dinâmicas de violência no Rio, no México e na Colômbia até agora?

Benjamin Lessing: Um resultado que já ficou muito claro é que cada país tem seu modo de violência mais característico. No Rio, é combate, é tiroteio. Isso tem a ver com a territorialidade do tráfico aqui, com a necessidade de defender um território realmente físico (as favelas), e também com as ação policiais.

Também se vê violência pública, como queima de ônibus, fechamento de comércio, mas é pontual. Acontece quando alguma política pública está em jogo, como uma política carcerária, uma eleição ou a própria política das UPPs, que foi motivo dos ataques de 2010.

Já na Colômbia você tem a característica dos carros-bomba, dos ataques terroristas e dos assassinatos. O tráfico lá não era tão territorial. E no México acho que é um caso misto. Como há uma fragmentação dos cartéis no México, você vê uma pluralidade nos formatos de violência, e uma predominância de ações para mandar sinais, deixar recados. É uma violência muito gráfica, muito propagandística, que envolve cortar cabeças, mutilar os corpos, deixar os corpos em via pública.

1º BATALHAO REALIZA CONFRATERNIZAÇÃO PARA MILITARES E FAMILIARES

O comando do 1º Batalhão de Policia Militar do estado acre realizará no próximo dia 27/12/11 (TERÇA-FEIRA) a partir das 10h:00 no SEST/SENAT, uma confraternização de final de ano para policiais militares e familiares.

O objetivo do comando é oportunizar aos participantes momentos de harmonia e lazer como forma de agradecimento pelos bons serviços prestados no decurso de 2011. Na oportunidade serão apresentados resultados e metas alcançadas no ano que se finda.

Para o Soldado Oséias Silva, integrante do Batalhão, será um momento de alegria em que além do encontro dos amigos de trabalho, familiares poderão se conhecer e também se confraternizarem e que os interessados devem procurar o Aluno Sargento Leilson, Juvêncio e Ricardo ou no sábado com a Sargento Sineide, para efetuar sua colaboração pecuniária

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Nem tudo na vida sai como a gente planeja. E muito menos dura pra sempre! - Jamelle Aires ! CAVEIRA (YY'

                                        O sonho nos dá o que a realidade nos nega. 

BOPE 2011 - Máquina de Guerra

Foragido se entrega ao Bope na Rocinha, no RJ







Um foragido da Justiça se entregou aos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no início da tarde de hoje, na localidade da Cachopa, na comunidade da Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro. Aroldo dos Santos, de 31 anos, estava foragido há 13 dias da Unidade Prisional Ismael Pereira Sirieiro, em Niterói, onde cumpria pena em regime semiaberto por associação para o tráfico. Ele chegou a cumprir pena por dois anos e nove meses.





O sexto preso na Operação Choque de Paz, realizada desde ontem nas comunidades da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, foi convencido a se entregar pela própria mãe. Cerca de 16 mil munições de diversos calibres foram apreendidas na operação. Além disso, foram encontrados 20 pistolas, 15 fuzis, 1 submetralhadora, 20 rojões, 12 granadas, 61 bombas artesanais, 120 quilos de maconha, 60 quilos de pasta base de cocaína, 135 quilos de cocaína, 135 pedras de crack e 38 comprimidos de ecstasy.

OFFICAL POLICE BRASIL- COMUNIDADE OFICIAL- PARTICIPE JA ;)

PARTICIPE DA COMUNIDADE DO BLOG 
PARA PARTICIPA CLIQUE AQUI (:

Bope já apreendeu 29 fuzis hoje na Rocinha







Já chegam a 29 o número de fuzis apreendidos hoje pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio na Rocinha, zona sul da capital fluminense. O total de armas apreendidas desde o início da ocupação do complexo da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, na madrugada de domingo, até agora é de 71 fuzis e 32 pistolas.





Também foram apreendidas 20 mil munições de diversos calibres, mas esse número aumentará ainda hoje após a contagem do material apreendido mais cedo numa casa próxima à Rua 2. No local, traficantes haviam abandonado munição para pistola e fuzil e grande quantidade de fogos de artifícios, que eram usados para alertar bandidos sobre a chegada da polícia. Também foram encontrados coletes à prova de balas de uso exclusivo das Forças Armadas.



Essa cena não se repetirá mais com a ocupação definitiva das comunidades pela polícia, que vai instalar na comunidade a 19º Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Rio. Essa foi a promessa reforçada hoje pelo secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, que visitou o Morro do Vidigal pela manhã na companhia da chefe de Polícia Civil, delegada Martha Rocha.



O secretário frisou a importância de "incluir esses lugares à cidade do Rio". Segundo oficiais do Bope, nenhuma comunidade ocupada por UPPs anteriormente colaborou tanto com a polícia quanto na Rocinha nesses primeiros momentos da ocupação. As informações têm sido passadas por moradores por meio de bilhetes, telefonemas e também oralmente. "Para a comunidade é diferente. As denúncias são resultado da nossa credibilidade", disse o comandante do Bope, coronel René Alonso.



Moradores e comerciantes contaram que a noite de ontem na Rocinha foi bem menos movimentada do que costumam ser na véspera de feriados. "Normalmente eu iria sair para um bar ou pizzaria, mas dá medo de colocar a cara na rua. Não sabemos ainda como vai ser", disse o mototaxista José Ronaldo de Araújo, de 35 anos.



O coronel René afirmou que não há toque de recolher na favela, mas ressaltou que a partir de agora todos terão de conviver com regras sociais que vigoram em bairros não favelizados da cidade. Um exemplo é a obrigação de respeitar o horário da lei do silêncio. Outro é a proibição de mototaxistas sem equipamentos de segurança, habilitação e documentos dos veículos.

Bope anuncia código de conduta para a Rocinha










Em um encontro que reuniu mais de 600 moradores da Rocinha, o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), coronel René Alonso, divulgou um novo "código de conduta" para a comunidade. E foi aplaudido ao pedir que todos cantassem o Hino Nacional; ao informar que a comunidade não estava sob toque de recolher e os bailes funks não estavam proibidos; e ao dizer que o barulho teria de ser moderado depois das 22h.




"Eventos precisam de organização e autorizações concedidas por órgãos públicos", explicou o comandante. "Também precisamos entender que por melhor que esteja a nossa festa, muitos dos nossos vizinhos precisam acordar às 6h", alertou.




O coronel René também destacou procedimentos para os próximos três meses e pediu colaboração. Ele disse entender que as revistas pessoais e domiciliares incomodam, mas garantiu que a prática visa à segurança da comunidade. Após a ocupação dos Morros da Rocinha, do Vidigal e da Chácara do Céu, no sábado, os policiais têm como objetivo a localização de armas e drogas e a prisão de traficantes e demais bandidos escondidos.




Segundo René, a ocupação da Rocinha é um exemplo para o mundo inteiro e, a partir de agora, a comunidade poderá conhecer integralmente os valores dos direitos humanos e da democracia. "É inconcebível que estivéssemos morrendo e matando como estava acontecendo. Que país é esse em que achamos isso normal?", questionou o comandante do Bope. "Mas a oportunidade está nos sendo dada. Aquilo que parecia não ter solução, começa a ter", concluiu.




Motos. O anúncio de que a tropa de elite da PM proibiria a circulação de motos e outros veículos que não estivessem de acordo com a legislação provocou reação imediata. Parte do público era de mototaxistas. Preocupados com a fiscalização, muitos saíram após o discurso para debater as mudanças e pedir informações a outros oficiais.

Operação apreende 256 camisas da PM e Bope no Rio






Foram apreendidas nesta hoje 256 camisas com símbolos e inscrições do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Forças Especiais e da própria Polícia Militar em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.




Policiais da 33ª DP (Realengo) encontraram as camisas com um motociclista abordado na Rua Bernardo Vasconcelos. O homem foi conduzido à unidade policial, onde prestou depoimento e foi liberado em seguida.



Uma investigação foi iniciada para descobrir se o material foi produzido por algum estabelecimento irregular. Caso seja confirmada a fabricação clandestina, os responsáveis responderão por falsificação do selo ou sinal público, que prevê pena de até seis anos de reclusão.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

, Jotta Aires !

Tudo o que um sonho precisa pra ser realizado, é alguém 
que acredite que ele possa ser realizado !

Tropa de Elite 2 - Trailer Oficial


Bope entra em confronto com grupo armado no Jacaré

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) entraram em confronto com grupo armado na comunidade do Jacaré, zona norte do Rio. Durante patrulhamento, os policiais se depararam com suspeitos armados e houve tiroteio. Um dos suspeitos, armado com uma pistola, foi baleado. Ele foi levado para o Hospital de Bonsucesso, mas não resistiu ao ferimento e morreu.
Segundo a polícia, também no Jacaré, foram apreendidas drogas no local denominado "Campo do Abóbora". Os agentes encontraram 84 pedras de crack; 261 trouxinhas e 13 tabletes de maconha, e 1.080 papelotes de cocaína. O registro da ocorrência foi feito na 25ª DP (Engenho Novo), também na zona norte. 


Polícia Civil e Bope preparam Rocinha para instalar UPP.




A Favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul do Rio, deve ser palco de novas incursões da Polícia Civil e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) nos próximos dias. O objetivo seria preparar terreno para a instalação da 19ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da cidade.
Na quinta-feira, agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil com policiais da 14ª Delegacia de Polícia da Gávea e 15ª DP do Leblon fecharam uma fábrica de CDs piratas, duas centrais clandestinas de TV a cabo e estouraram uma clínica de aborto. Pneus e 90 rojões foram apreendidos.
No final do mês passado, a presidente da Associação de Moradores e Amigos do Leblon, Evelyn Rosenzweig, denunciou que traficantes da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, tomaram o controle do trecho da Estrada da Gávea, que corta a favela e realizam blitz nos veículos durante o dia e à noite.
O objetivo dos criminosos seria evitar uma invasão de traficantes rivais e a entrada de policiais na comunidade. Após a repercussão da denúncia, as blitzes foram proibidas por ordens do tráfico.
Hoje nenhum integrante da cúpula da Segurança Pública comentou a possível ocupação da Rocinha. O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, embarcou para a Alemanha. A chefe da Polícia Civil, Martha Rocha, foi para Israel e só volta no dia 13, uma das datas ventiladas para a ocupação da favela.
Dominada pela facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA), a Rocinha se tornou o abrigo para os chefes do tráfico de entorpecentes dos morros da Mineira, São Carlos e dos Macacos, que foram ocupados pela UPP. A presença de traficantes desconhecidos desagradou os moradores da favela, que sempre conviveram com o tráfico de drogas.
Nesta sexta o Disque Denúncia soltou um novo alerta pela captura do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, cuja recompensa por informações que levem à captura é de R$ 5 mil. Apontado como um dos líderes da facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA), Nem controla a Rocinha desde novembro de 2005.
Com nove mandados de prisão por tráfico de drogas, homicídio e lavagem de dinheiro, ele é procurado pelo desaparecimento das jovens Luana Rodrigues e Andressa de Oliveira este ano. Em agosto de 2010, após passar a noite em um baile funk no Morro do Vidigal, em São Conrado, ele escapou do cerco da polícia durante um intenso tiroteio. Alguns dos seus comparsas foram presos após invasão a um hotel de luxo em fuga. 

O ESTADO ,

O Acre é um dos 27 estados brasileiros. Ele é o 15º em extensão territorial, com uma superfície de 164.221,36 Km², correspondente a 4,26% da Região Norte e a 1,92% do território nacional.
O Estado está situado num planalto com altitude média de 200 m, localizado no sudoeste da Região Norte, entre as latitudes de -7°06´56 N e longitude - 73º 48' 05"N, latitude de - 11º 08' 41"S e longitude - 68º 42' 59"S.
Os limites do Estado são formados por fronteiras internacionais com Peru (O) e Bolívia (S) e por divisas estaduais com os estados do Amazonas (N) e Rondônia (L). As cidades mais populosas são: Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá e Sena Madureira.
Unificada a partir de 1920, a administração do Acre passou a ser exercida por um governador nomeado pelo Presidente da República. Até que em 15 de Junho de 1962 foi sancionada pelo Presidente da República João Goulart a Lei 4.070, que elevou o Acre a categoria de Estado. E em Outubro de 1962 foi eleito o primeiro governador do Estado do Acre, José Augusto de Araújo.

SGA convoca mais 25 candidatos do Concurso PMAC/2009

A Secretaria de Estado da Gestão Administrativa (SGA), está convocando mais 25 candidatos do Concurso PMAC/2009 para realizarem a inspeção de saúde, investigação criminal e matrícula no Curso de Formação de Soldados PM da Polícia Militar do Acre.
O Edital nº 051/2011-SGA, foi publicado no dia 04 de novembro, porém, por motivo de correção, foi republicado no dia 7 de novembro no D. O. U. nº 10.670.
Para realizar a matricula no Curso de Formação de Soldado, o candidato deverá preencher os documentos: FICHA DE MATRÍCULA CFSD e a DECLARAÇÃO DE ACUMULAÇÃO GARGO, EMPREGO OU FUNÇÃO PÚBLICA e entregar toda a documentação no local designado conforme subitem 3.1 do Edital.

CFS/2011 - Divisão de Ensino PMAC realizará prova nesta quarta feira ,

Tudo pronto para a Avaliação Final da 1ª Fase do CFS/2011
Nesta quarta feira, 9, a Divisão de Ensino e Instrução da PMAC (DEI), estará realizando a Avaliação Final da 1ª Fase do Curso de Formação de Sargentos - CFS/2011. As provas serão aplicadas simultaneamente, às 15 horas, nos municípios de Rio Branco, Sena Madureira, Brasiléia e Cruzeiro do Sul. A avaliação consistirá de 30 questões de múltipla escolha sendo 10 questões para cada assunto abordado pelo sistema EAD/SENASP: Aspectos Jurídicos da Abordagem Polícial, Análise Criminal e Sistema de Gestão em Segurança Pública. Será exigida uma pontuação mínima de 50% de acerto e, aqueles que não conseguirem, serão considerados reprovados em 1ª época.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Jaamelle da Cunha Aires (:

el criador ! 

Policia 24 Horas - Macumba Divina - 02/12/2010


RJ: Bope apreende drogas no Complexo da Maré


SÃO PAULO - Policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) apreenderam no início da manhã desta segunda feira, 24, 16 frascos cheirinho da loló, 46 comprimidos de ecstasy, 497 papelotes de maconha, 1.455 pedras de crack e 1.230 sacolés de cocaína, no Parque União.
Foram apreendidos ainda dinheiro e material de endolação. A ocorrência está sendo registrada na 21ªDP (Bonsucesso). A ocorrência faz parte da operação continuada do Bope, no Complexo da Maré iniciada no último dia 14.

Moradores da Maré, no Rio, reclamam de ação do Bope

Moradores do conjunto de favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, cobram a mudança de conduta dos policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) que desde o dia 14 fazem uma operação na comunidade. Eles acusam os policiais de fazer abordagens desrespeitosas, por exemplo, invadindo casas e examinando as narinas dos moradores.
Para discutir a situação, os moradores se reuniram hoje e decidiram compor uma carta aberta com três reivindicações: que o Bope produza um panfleto a ser distribuído à população da Maré informando detalhes da operação, que representantes do Bope e da secretaria estadual de Segurança se reúnam com moradores para discutir o tema e que a operação seja suspensa até que as duas primeiras medidas sejam adotadas.
O Bope informou que vai apurar as denúncias de desrespeito nas abordagens e deve produzir um panfleto informativo sobre a operação. Quanto às demais reivindicações, o Batalhão não se manifestou. A operação, sem data para terminar, tem o objetivo de combater o tráfico de drogas. Hoje foram apreendidas 1.455 pedras de crack, além de cocaína, maconha e ecstasy na favela Parque União, no complexo da Maré. Ninguém foi preso. 

Suspeito é ferido durante troca de tiros com Bope no Rio

Um suspeito ficou ferido hoje durante troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Complexo do Jacaré, na zona norte do Rio de Janeiro. O ferido, que estava com uma pistola, foi levado para o Hospital Salgado Filho (Méier).
A operação foi deflagrada para coibir diversos tipos de crimes. Até a tarde de hoje foram apreendidos um fuzil, uma pistola, mais de 100 munições, uma granada, um rádio transmissor, 34 tabletes de maconha e 14 motos.
A operação conta com o apoio do Grupamento Aeromarítimo, a Companhia de Cães, além do Grupamento de Paramédicos. O Batalhão de Choque realiza o cerco nas principais entradas das comunidades. 

Ângela Medeiros, Gata do Mês !

Nome- Ângela medeiros
idade- 17 anos
msn- angela.doo.medeiros@hotmail.com
relacionamento- Soltera
Cidade- Tarauacá (MANAUS) -





MAIS FOOOTOS ABAIXO (:



Operação Álcool Zero !


Policia Militar divulga os números obtidos com operações realizadas em 2011
Com o propósito de reduzir os índices de criminalidade na capital, o Comando de Policiamento Operacional I (CPO I), desenvolve anualmente um conjunto de ações baseado num plano de metas de segurança que toma como parâmetro as estatísticas de ocorrências de maior incidência.
A Policia Militar executa anualmente várias operações, dentre elas, a “Operação Álcool Zero” que teve início no dia 26 de março de 2011 quando os índices de acidentes de trânsito com vítimas fatais estavam subindo de maneira preocupante.
A partir de então as operações vem sendo realizadas em parceria com o DETRAN-AC em diversos pontos da cidade com o objetivo de prevenir acidentes e educar os motoristas. É prevenindo e fiscalizando, principalmente aos finais de semana, que a PM consegue reduzir consideravelmente a condução de veículos automotores por condutores alcoolizados.


Os números
Dados do CPO I indicam que a “Operação Álcool Zero”, em 2011, já abordou mais de 12 mil veículos e realizou 5.063 testes de bafômetro com uso de etilômetro. Dentre os testes executados, 1.036 autuações por embriaguez e 175 prisões; 3.201 autos de infração confeccionados, além de apreensões de carteira habilitação – CNH.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Jamelle Aires, !

Obrigado a quem acessa meu Blog !
agradeço desde Ja, ! \o

Polícia 24 Horas- o louco do Anel

mais um episódio de policia 24 Horas
espero que voocês gostem !
para ver mais videos  Clique Aqui

Bope organiza mutirão de limpeza no Morro da Mangueira.

RIO - Um mutirão de limpeza está sendo realizado na manhã desta terça-feira, 20, na comunidade da Mangueira, na zona norte do Rio, ocupada em junho pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) para a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O mutirão, de "caráter ambiental", foi uma iniciativa do Bope.
A operação está sendo realizada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Federação dos Catadores de Lixo do Rio, garis comunitários da Mangueira e a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), com apoio da associação de moradores.
Mais de 100 pessoas estão trabalhando no mutirão, que começou às 08h. "A iniciativa visa a melhoria da qualidade de vida dos moradores, com a retirada do lixo das encostas e recolhimento de detritos acumulados na comunidade", informou o Bope.
O Batalhão dá apoio à ação com retroescavadeira, pá mecânica e o caminhão munck. De acordo com o Bope, além do mutirão, o Inea vai montar um posto de troca para os moradores venderem materiais recicláveis como garrafas pet, latinhas de alumínio e papelão. "A ação vai estimular a limpeza e ainda gerar renda para a comunidade", informou.

Bope faz mutirão de limpeza de 'caráter ambiental'

Um mutirão de limpeza está sendo realizado na manhã de hoje na comunidade da Mangueira, na zona norte do Rio, ocupada em junho pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) para a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O mutirão, de "caráter ambiental", foi uma iniciativa do Bope.
A operação está sendo realizada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Federação dos Catadores de Lixo do Rio, garis comunitários da Mangueira e a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), com apoio da associação de moradores.
Mais de 100 pessoas estão trabalhando no mutirão, que começou às 8h. "A iniciativa visa a melhoria da qualidade de vida dos moradores, com a retirada do lixo das encostas e recolhimento de detritos acumulados na comunidade", informou o Bope.
O Batalhão dá apoio à ação com retroescavadeira, pá mecânica e o caminhão munck. De acordo com o Bope, além do mutirão, o Inea vai montar um posto de troca para os moradores venderem materiais recicláveis como garrafas pet, latinhas de alumínio e papelão. "A ação vai estimular a limpeza e ainda gerar renda para a comunidade", informou. 

Bope apreende fuzil em segundo dia de operação no Caju.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizam nesta sábado o 
segundo dia de operação no Parque Alegria, no Caju, zona norte do Rio.
Durante a ação, houve um breve confronto, segundo a Polícia Militar. Um homem de 21 anos foi preso e foram apreendidos um fuzil, uma pistola, uma granada e munições. Além disso, foram encontradas maconha e cocaína. Ontem, já tinham sido presos quatro homens.
Na operação, os policiais também recuperaram um veículo C3 preto. A ocorrência foi registrada na 6ªDP, onde a proprietária do veículo o reconheceu e recuperou em seu interior um aparelho auditivo no valor de R$ 30 mil. 


Bope prende dois suspeitos e fecha bingo no Complexo da Maré, no Rio.


SÃO PAULO - Dois suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas foram presos nesta quinta-feira, 20, por policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Complexo da Maré, na zona norte do Rio. As prisões são resultado da operação contra criminalidade que teve início na comunidade na última sexta-feira.
Material apreendido na operação do Bope na Favela da Maré - Divulgação/PMRJ
Divulgação/PMRJ
Material apreendido na operação do Bope na Favela da Maré
Hoje, foram apreendidos uma pistola, uma granada de efeito moral e pimenta, um rádio transmissor, um colete balístico com três placas de cerâmicas, dois giro flex e uma camisa da Polícia Civil, uma agenda de anotações do tráfico, maconha, munições, 12 máquinas caça níqueis e uma arma de choque. Três motos e um carro foram recuperados.
O Bope atua na região com 120 policiais militares, além de dois blindados. A operação contou com o apoio da Secretaria de Ordem Pública, do Batalhão de Choque, da Companhia de Cães e do Grupamento Aeromarítimo.
Os presos e o material apreendido foram levados para a 21ªDP (Bonsucesso) e para a 37ªDP (Ilha do Governador).

Oração do Policial Militar

Saio de casa para o serviço; fazei que com que volte são e salvo.
Enquanto protejo outras famílias, por favor, proteja a minha.
Não deixe que uma bala traiçoeira me atinja, nem que eu seja um instrumento para as injustiças.
Nos momentos difíceis, e diante da morte, não deixe que eu caia em desespero.
Sou humano, mortal, às vezes fraco, mas me faça parecer sobre-humano, imortal, forte, a fim de inspirar confiança, esperança e força aos desamparados.
Nos momentos dos meus erros, fique do meu lado, pois todos os demais, por mais pecadores que sejam, estarão contra.
Dai-me força e sabedoria para auxiliar os desesperados, e fé para não desistir diante de uma vida que se acaba.
Auxiliai-me a ser criança para as crianças, pai para os desprotegidos e adulto para os necessitados.
Que o vigor de minhas ações seja sempre em proteção à paz, à vida, aos mais fracos, aos oprimidos e aos humilhados.
Que eu saiba ver a beleza do coração, não da face, da cor, da raça, da religião ou da condição social.
Que os menos esclarecidos compreendam minhas limitações e a complexidade do meu serviço.
Senhor – abençoai e protegei os policiais militares.
Amém.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Jamelle Aires ! ;D

Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade.

Polícia 24 Horas 06/05/10 - Parte 5 .:. Avonts Comunicação e Marketing

Integração entre órgãos públicos propicia ações em defesa do meio ambiente

Encontro entre Secretários de Estado e Companhia Independente de Policiamento Ambiental reforça parcerias na atuação da proteção ambiental
Comando e policiais da Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cipa) da polícia militar reuniram-se nesta manhã 11, na sede da Companhia Ambiental com
o diretor da Secretaria Estadual de Florestas do Estado do Acre (SEF), João Paulo Andrade Azevedo e o diretor geral do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), Felismar Mesquita.
O encontro teve como finalidade reforçar as parcerias entre PMAC, Iteracre e SEF para continuar com o trabalho de fiscalização e estruturação do policiamento ambiental e reforçar a atuação preventiva e ostensiva a favor do meio ambiente, seja por meio de campanhas educativas, administrativas - através de multas e notificações ou prendendo os infratores que cometem crimes contra a natureza.
Para o Subcomandante Geral da PM, o Coronel Paulo César, a parceria tem propiciado uma efetiva atuação da Companhia Ambiental. Segundo ele, o policiamento ambiental tem crescido e desenvolvido um serviço eficiente para a comunidade graças ao bom relacionamento entre os órgãos responsáveis pela proteção dos cidadãos e defesa do meio ambiente. "Proteger o ambiente é defender o cidadão", completou o coronel.

 

Policiais militares repreendem tiroteio em casa noturna

SUB_e_Corr











Comando da PM realizou afastamento padrão dos policias envolvidos para avaliação psicológica
Na madrugada do dia 9, um tumulto iniciado no complexo 14 Bis resultou numa tragédia com a morte de duas pessoas. O presidiário em liberdade condicional Welliton Coelho, o "Macaco", envolveu-se numa confusão dentro da boate X-43 e foi colocado para fora. Em seguida, Welliton voltou ao complexo, armado, e realizou um disparo contra o segurança da boate, Amarildo Alves, que morreu na hora.
Welliton continuou disparando contra mais dois seguranças da casa noturna, ferindo-os. Foi então que quatro policiais militares que se encontravam no estacionamento do complexo agiram sob legítima defesa e de terceiros e alvejaram o criminoso com três disparos, matando-o.
Os policiais militares que realizaram a ação se encontravam de folga no momento. Ainda assim, o subcomandante da Polícia Militar, coronel Paulo Cézar, lembrou que o policial militar possui porte de arma e que muitos andam armados em seus momentos de folga como precaução.
Agora, esses policiais serão afastados interinamente - procedimento padrão da corregedoria para todos os policias que se envolvem em ação com disparo de arma de fogo.
Além de todos os fatos serem apurados, o afastamento dos policias servirá para realizar uma avaliação psicológica dos envolvidos para saber se eles estão aptos de voltar a desempenhar suas funções perante a corporação. O criminoso Welliton Coelho havia passado do regime semiaberto para o aberto no dia 12 de julho e possuía uma extensa ficha criminal. O coronel Júlio César lembrou que sem a ação policial no local, mesmo com os PMs de folga, a tragédia poderia ter sido muito maior.

GAATA DO BLOG, VÂNIA MARTINS ! ;D


Nome- Vânia da Cunha Martins

Msn- vania.98@hotmail.com

Relacionamento- Soltera

Cidade- Tarauacá- AC

                                                                                                              Mais fotos abaixo !